EM BARI, NA ITÁLIA, O MULTIMÍDIA BRASILEIRO EMANUEL DIMAS DE MELO PIMENTA HOMENAGEIA O MÚSICO JOHN CAGE PELO SEU CENTENTÁRIO

O brasileiro Emanuel Dimas de Melo Pimenta comemora o centenário do nascimento do grande músico John Cage, durante a Expoarte Bari 2013, a ter lugar naquela cidade italiana, de 8 a 11 de março próximos. A exposição deverá durar três meses.

Com curadoria da Baronesa Lucrezia de Domizio Durini, a exposição em homenagem à John Cage terá uma apresentação paralela, no fabuloso castelo da cidade de Bari, sob a rubrica de “Pimenta for Cage”, composto por um ensaio completo realizado na casa (e atelier) de John Cage, em Nova York, em 1988.

Fazem parte partituras de Pimenta, realizadas dentro da realidade virtual, filmes raros sobre Cage, filmes sobre trabalho em realidade virtual de Pimenta; coleção completa com todos os livros publicados por John Cage, audições de peças de Pimenta, conferências com estudiosos do assunto, inclusive da critica e historiadora espanhola Pilar Parcerisas, que é a responsável pela atual exposição de Dali no Beaubourg, além de projeção de fotos e realidade virtual nas paredes externas do castelo.
 Nascido no Brasil em 1957, o arquiteto, músico e artista multimídia Emanuel Dimas de Melo Pimenta, preferiu não continuar nos negócios da família, mudando-se para a Europa, onde vive há mais de 30 anos e é um dos mais conceituados autores de música que integra a arte visual em todo o mundo.
 Suas obras têm sido incluídas em coleções de arte e reconhecidas por instituições, como “Whitney Museum of American Art”, de Nova York, o “Ars Aevi Contemporaty Art Museum”, a Bienal de Veneza, o “Kunsthaus Zurich, a Bibliotéque Nationale of Paris e o MART – Modern Museum of Rovereto and Trento, entre outros.
 Desenvolve música, arquitetura e projetos urbanos usando a realidade virtual e as tecnologias do ciberespaço. Serviu como curador da Bienal de São Paulo, da Fundação Calouste Gulbenkian, da Trienal de Milão e do Centro Cultural de Belém. Os concertos de música a integrar a arte visual são realizados em vários países nos últimos 20 anos, como o seu concerto na Bienal de Arte de São Paulo em 1985, com John Cage, Francesco Clemente, Sandro Chia e Robert Rauschenberg.
  
Informações para imprensa:
Mauricio Kus / Chaits Comunicações / 11-98169-8181 / mkus@uol.com.br

0 comentários:

Messina Palmeira

©2011 Messina Palmeira - assessoria jornalística | Web Designer by Danniel Sousa